domingo, 18 de agosto de 2013

Instalações elétricas

Falhas em instalações elétricas estão entre as principais causas de incêndio no Brasil, e segundo estatísticas do Corpo de Bombeiros, 20% das vítimas desses acidentes são fatais. O risco se eleva quando a instalação elétrica é feita em desacordo às normas vigentes no país, sem nenhum planejamento, com materiais de baixa qualidade e por profissionais não qualificados. Os erros mais frequentes nas instalações elétricas na sua grande maioria são cometidos devido à falta de experiência do profissional ou a não habilitação para exercer a função e isso, pode provocar diversas situações de risco para a instalação.
             A hora de evitar esses problemas é antes da construção, no momento em que os projetos arquitetônico e estrutural estão sendo definidos. Afinal, tudo se interliga. A disposição dos ambientes, a área construída, o pé-direito, todos esses elementos têm influência direta sobre o tipo de trabalho a ser feito e o material a ser usado. Se a hora é de economizar, pense em, talvez economizar no acabamento, pois a instalação elétrica custa entre 2 e 5% da obra e economizar aí não é inteligente e nem seguro. Um projeto bem dimensionado, alicerçado em materiais de qualidade e mão de obra qualificada evita muito mais que disjuntores desarmando, nos poupa de incêndios e choques elétricos, que podem causar queimaduras e até matar.